Geral 26/11/2018 - 11:08 - Suene Moraes/Governo do Tocantins

Semarh lança segunda fase de produção de alevinos no Projeto Barraginhas

A iniciativa visa a criação de alevinos utilizando as microbacias instaladas em 80 propriedades rurais A iniciativa visa a criação de alevinos utilizando as microbacias instaladas em 80 propriedades rurais - Fernando Alves/Governo do Tocantins
Projeto Pirapitinga, no município de Almas, novamente é parceiro para a segunda fase na doação de alevinos Projeto Pirapitinga, no município de Almas, novamente é parceiro para a segunda fase na doação de alevinos - Fernando Alves/Governo do Tocantins

Para promover o segundo estágio de criação de alevinos nas pequenas bacias do Projeto Barraginhas, no município de Almas, serão doados 13 mil alevinos para 80 famílias beneficiárias. A iniciativa, que terá início no próximo dia 29, quinta-feira, às 10 horas, na Fazenda Poço Dantas, é da Secretaria Estadual de Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Semarh) e do Instituto de Desenvolvimento Rural do Estado do Tocantins (Ruraltins).

Atualmente a Semarh executa a nova etapa do Projeto Barraginhas com a construção de 3.500 bacias em mais 17 municípios da região centro-sul do Tocantins, com investimento de R$ 3 milhões do Fundo Estadual de Recursos Hídricos. Na temporada anterior, o Projeto beneficiou também 17 cidades tocantinenses da região sudeste do estado, considerada semiárida, com recursos aplicados também do Fundo Estadual de Recursos Hídricos.

O secretário de Meio Ambiente e Recursos Hídricos, Leonardo Cintra, destaca que as parcerias firmadas desta vez vão possibilitar uma doação maior de alevinos. “O Projeto Barraginhas foi planejado para diminuir a longo prazo as consequências da seca na zona rural, porém utilizar as bacias para criação de peixes é uma possibilidade a mais  para o pequeno agricultor”, explica o secretário. Cintra reforça que o Projeto se destaca por atuar tanto na questão ambiental como social.

Desta vez, a ação conta com parcerias do Projeto Pirapitinga, Fazenda São Paulo e Fazenda Água Benta, todas localizadas no município de Almas.

INVESTIMENTOS

O Projeto Barraginhas atende ademais aos parâmetros da Agenda de Desenvolvimento Sustentável (Pós-2015), agora chamada de Agenda 2030, que engloba um conjunto de programas, ações e diretrizes que orientarão os trabalhos das Nações Unidas e de seus países-membros rumo ao desenvolvimento sustentável.

Iniciado pela Semarh em abril de 2016 o projeto atendeu 17 cidades tocantinenses após um ano em ação: Taguatinga, Ponte Alta do Bom Jesus, Taipas, Arraias, Novo Alegre, Combinado, Lavandeira, Aurora do Tocantins, Novo Jardim, Rio da Conceição, Dianópolis, Porto Alegre, Almas, Natividade, São Valério da Natividade, Santa Rosa do Tocantins e Chapada de Natividade – todas localizadas na região sudeste do Tocantins, região semiárida.