Geral 07/05/2019 - 07:06 - Camila Mitye/Governo do Tocantins

Potencial do Tocantins para produção de energia solar é destaque na Agrotins 2019

Semarh leva potencial do Tocantins para geração de energia fotovoltaica para a Agrotins 2019 Semarh leva potencial do Tocantins para geração de energia fotovoltaica para a Agrotins 2019 - FernandoAlves/Governo do Tocantins

A maior feira agrotecnológica da Região Norte do Brasil, Agrotins 2019, começa nesta terça-feira, 7, e a Secretaria de Estado do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Semarh) está com tudo pronto para receber os visitantes em seu novo espaço. O evento acontece até sábado, 11, no Centro Agrotecnológico de Palmas.

O potencial do Tocantins para geração de energia fotovoltaica será um dos destaques do espaço da Semarh na Agrotins. Os indicadores do Atlas Solarimétrico do Tocantins, que informam precisamente o nível de radiação solar em todo o território estadual, serão demonstrados em um grande mapa para que visitantes e investidores consigam visualizar a potencialidade do Estado para produção de energia solar. Além disso, o estande conta com exposição de placas e outros componentes geradores de energia fotovoltaica, que integram a 2ª Feira de Tecnologia Solar do Tocantins (ExpoSolar).

No espaço dedicado à Semarh, serão expostos projetos e ações executados pela pasta nas diversas áreas de atuação – Recursos Hídricos, Desenvolvimento Sustentável, Políticas Ambientais e Instrumentos de Gestão Ambiental. Os diretores e técnicos da secretaria estarão à disposição de profissionais da área, gestores municipais, estudantes e público em geral para prestar serviços, tirar dúvidas e debater parcerias.

Meio Ambiente e Agricultura

Os projetos da Semarh vinculados à agricultura ganham destaque, como o Projeto Campo Sustentável. Elaborado para garantir a redução do desmatamento aliado ao desenvolvimento das cadeias produtivas sustentáveis, o projeto de Integração Lavoura-Pecuária-Floresta (ILPF) está sendo executado em uma fazenda-piloto em Brejinho de Nazaré. No local, foi plantado sorgo forrageiro para silagem intercalado com linhas de mudas de árvores nativas – ipê amarelo, ipê roxo, caju e baru. O objetivo é colher resultados de melhoria de solo, recuperação de áreas degradadas e apresentar, aos produtores, uma alternativa de geração de renda sustentável.

Outra ação que beneficiou o homem do campo, especialmente os pequenos agricultores familiares que sofrem com a estiagem em determinados períodos do ano, é o projeto Barraginhas. O projeto foi executado em 17 municípios da região sudeste do Estado e foi expandido para municípios do centro-sul em 2018. Na ação, foram construídas 3.564 mil barragens (bacias de infiltração da água da chuva) na zona rural dos municípios, para conter enxurradas, erosões e assoreamento dos corpos d’água, bem como recarregar o lençol freático e, a médio e longo prazo, perenizar os pequenos rios e ribeirões das sub-bacias da região. Essa água é utilizada pelo pequeno agricultor para o trato dos animais e a irrigação de pequenas hortas, além de possibilitar a criação de alevinos.

Serviço

O proprietário rural que ainda não fez o Cadastro Ambiental Rural (CAR) terá oportunidade de fazê-lo durante a Agrotins 2019 no estande da Semarh. O serviço é oferecido gratuitamente a proprietários de até três módulos fiscais ou 320 hectares. O cadastro é obrigatório para todos os imóveis rurais e o proprietário que não efetuar sua adesão pode ficar sem acesso a financiamento rural, impedido de solicitar licença ambiental e de fazer qualquer negociação com a propriedade.

Educação Ambiental

Em uma ação de cooperação entre a Semarh e os prestadores de serviço, o Projeto de Coleta de Óleo de Cozinha Usado será mais uma vez colocado em prática durante a Agrotins. Serão distribuídos 15 galões para lanchonetes e restaurantes que funcionam durante a feira para coleta do óleo usado, evitando seu descarte incorreto. O projeto é executado desde 2017 pela Semarh e o óleo coletado é reutilizado na produção de sabão em parceria com instituições beneficentes.

VRQs

O Projeto para Determinação dos Valores de Referência de Qualidade do Solo (VRQs) também será exposto na feira. Iniciado em 2016, ele é executado pela Semarh em parceria com a Embrapa, a Universidade Estadual do Tocantins (Unitins), a Universidade Federal do Tocantins (UFT) e o Instituto Natureza do Tocantins (Naturatins). Os VRQs são valores orientadores quanto à presença de substâncias químicas no solo, com o objetivo de estabelecer diretrizes para o gerenciamento ambiental de áreas contaminadas por essas substâncias em decorrência de atividades antrópicas.

Curral Ecológico

Pelo terceiro ano consecutivo, a Semarh leva à Agrotins um protótipo de alternativa sustentável para o criador de animais – o curral ecológico. Feito com pneus usados, que substituem as pranchas de madeira, o curral tem baixo custo de construção pela facilidade de encontrar a matéria-prima. Outra vantagem é o bem-estar do animal, já que as pranchas de pneus amortecem o impacto dos animais e evitam que fiquem estressados. Para o meio ambiente, o benefício é enorme, afinal, o pneu, que leva em torno de 600 anos para se decompor, ganha uma nova utilização. O manual de fabricação do curral ecológico estará disponível no site da Semarh para o proprietário rural que se interessar em reproduzi-lo.

Naturatins

Como parceiro da Semarh, o Naturatins integra o espaço dedicado às ações ambientais do Governo do Tocantins na Agrotins. Técnicos do instituto vão orientar os visitantes sobre licenciamento, emissão da carteira de pesca, ICMS Ecológico, Protocolo do Fogo, entre outros projetos.