Geral 09/09/2019 - 08:33 - Robson Corrêa/Governo do Tocantins

Bacia hidrográfica do Rio Formoso recebe mais um radar de monitoramento

Com o radar a oscilação de coluna e pressão da água a cota pode ter uma variação de no máximo 5 cm Com o radar a oscilação de coluna e pressão da água a cota pode ter uma variação de no máximo 5 cm - Fernando Alves/Governo do Tocantins
As oito estações meteorológicas estão equipadas com com radares ultrassônico As oito estações meteorológicas estão equipadas com com radares ultrassônico - Fernando Alves/Governo do Tocantins

Com o objetivo de tornar o recebimento de dados da bacia hidrográfica do Rio Formoso mais preciso os técnicos da Secretaria do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Semarh) instalaram o sexto radar ultrassônico na foz do Rio Formoso.

Esse equipamento de monitoramento hidrometeorológico trabalha com o mecanismo de pulso e tem uma frequência pré-estabelecida. O sinal emitido vai até o espelho do rio e marca o ponto de referência. Esses dados seguem para o data logger, que é um equipamento conhecido como cérebro da estação, e a partir daí identifica o nível do rio.

O recurso para aquisição do equipamento é proveniente do programa de execução da rede hidrometeorológica nacional (Progestão). Através de um termo de cooperação entre a Agência Nacional de Águas (ANA) e o estado, foi possível a aquisição desse equipamento. Cada estado possui um termo de execução e uma meta. O Tocantins tem a meta de manter e modernizar as 14 estações de alerta.

O sensor de nível, que é o aparelho ainda utilizado em algumas estações para fazer a medição, fica submerso no rio. Devido a oscilação de coluna e pressão da água a cota pode ter uma variação de 10 a 15 centímetros. O gerente da Semarh Lorenzo Rigo ressalta que “o radar ultrassônico é mais preciso, ele tem uma variação mais aceitável podendo chegar a 5 centímetros no máximo, por isso estamos realizando a troca”.

A Bacia do Rio Formoso possui um total de oito estações meteorológicas. Dorilândia, Projeto Rio Formoso, Xavante, Rio Dueré, Foz do Urubu e a Foz do Rio Formoso já contam com o radar ultrassônico. As estações Fazenda Fortaleza e Rio Formoso ainda são equipadas com o sensor de nível.

Qualiágua

Durante a instalação do radar ultrassônico na Foz do Rio Formoso foi realizado também a verificação da qualidade da água. Esse monitoramento é realizado em todos os 50 pontos do estado através da Sonda Exo multi parâmetro que capta os padrões físicos e químicos da água. Além desse monitoramento local é feita a coleta da água para uma análise dos padrões químicos sólidos totais e sólidos dissolvidos.

A verificação nos rios é realizada quatro vezes por ano, sendo divididas em campanhas trimestrais. Ao final de cada ciclo a Agência Nacional das Águas (ANA), faz a avaliação se os dados coletados e a forma como a equipe de campo conduziu as ações estavam dentro do contrato firmado com a agência.