Geral 14/05/2020 - 12:05 - Robson Corrêa/Governo do Tocantins

Workshop capacita Técnicos Ambientais dos municípios para inserção de dados no SIGERS

Técnicos ambientais dos 139 municípios do Estado participam nesta semana do I Workshop sobre SIGERS-TO Técnicos ambientais dos 139 municípios do Estado participam nesta semana do I Workshop sobre SIGERS-TO - Arquivo Semarh/Governo do Tocantins
Os treinamentos acontecem de forma virtual através da plataforma disponibilizada pela ATI Os treinamentos acontecem de forma virtual através da plataforma disponibilizada pela ATI - Arquivo Semarh/Governo do Tocantins

Técnicos ambientais dos 139 municípios do Estado participam nesta semana do I Workshop sobre o Sistema Informatizado de Gestão de Resíduos Sólidos do Estado do Tocantins (SIGERS-TO). A capacitação tem como objetivo apresentar a nova ferramenta que será usada pelos municípios para estruturar um banco de dados preciso e atualizado sobre a situação dos serviços de coleta, tratamento e disposição dos resíduos sólidos no Estado.

Segundo o secretário do Meio Ambiente, Renato Jayme, “com essa ferramenta os gestores vão ter conhecimento sobre a quantidade de resíduos sólidos de forma mais precisa e poderão buscar soluções para a destinação correta do material inservível”. Ainda segundo o secretário “o sistema é simples de operar e muito intuitivo e isso facilita ainda mais a inserção das informações corretas no sistema”.

Os treinamentos acontecem até o dia 15 de maio e estão sendo ministrados pelos servidores da Secretaria do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Semarh) e da Agência de Tecnologia da Informação (ATI) de forma virtual através da plataforma disponibilizada pela ATI. Participam diariamente da qualificação os técnicos de 28 municípios que foram previamente informados sobre a data e horário de acesso na plataforma.

A gerente de treinamento da ATI, Daiane Rodrigues, destaca a importância de utilizar a tecnologia para levar a informação aos municípios. “Nesse momento crítico em que estamos vivendo a adoção desta plataforma EAD é de fundamental importância principalmente para a segurança dos participantes e de todos os envolvidos, possibilitando o acesso ao conteúdo apresentado de forma rápida e prática até mesmo em consultas posteriores”, frisou. A gerente ainda ressaltou a contribuição da capacitação virtual na redução de custos com diárias, transportes, impressões de materiais entre outros benefícios para o Governo do Estado.

A engenheira ambiental da Secretaria de Produção, Desenvolvimento e Meio Ambiente de Colinas do Tocantins, Daniela Rocha, participou do segundo dia de treinamento e ressaltou que “o SIGERS vai proporcionar uma otimização no acompanhamento da situação do manejo de resíduos sólidos no nosso município, uma vez que o sistema é muito fácil de ser alimentado, e o trabalho nele pode ser continuado por qualquer servidor que venha integrar a equipe da prefeitura”.

O treinamento também contou com a participação da secretária do Meio Ambiente do município de Wanderlândia, Ana Célia Macena, que avaliou como positiva a implantação do sistema. “Essa ferramenta foi criada para coletar dados sucintos sobre a gestão dos resíduos sólidos no Estado do Tocantins e será de extrema importância para os municípios”, disse, ressaltando que “fica o agradecimento ao Governo do Estado, a Semarh e aos seus parceiros pela oportunidade de receber todas as orientações operacionais do sistema, mesmo que de forma virtual, neste momento de isolamento social”.

A engenheira sanitarista da prefeitura de Palmas, Roseanne Veloso, também foi uma das participantes da qualificação e destacou que todo o conhecimento adquirido será compartilhado com os colaboradores que atuam com os resíduos sólidos no município. “O trabalho em conjunto vai facilitar a inserção de dados no sistema. Nós que participamos desse treinamento tivemos uma visão geral do sistema que será repassada aos técnicos ambientais que vão colher os dados para depois alimentar o sistema de forma precisa”.

As ações realizadas na gestão e gerenciamento de resíduos sólidos em 2019 poderão ser inseridas no Sistema durante o treinamento como forma de aprimorar o aprendizado. Após o encerramento da capacitação os técnicos dos municípios ainda poderão contar com o suporte da Semarh e da ATI para sanar dúvidas sobre como operar na hora de inserir os dados no sistema.